Além disso, cole esse código imediatamente após a tag de abertura :
Loader

Blog

07 NOV Projeto patrocinado pelo Sigma é finalista em três prêmios

Projeto patrocinado pelo Sigma é finalista em três prêmios

O Projeto Batuque na Caixa, patrocinado pelo Colégio Sigma em Londrina, é um dos finalistas do Prêmio Itaú Unicef 2018, que reconhece as melhores iniciativas nacionais em educação e cultura para crianças e adolescentes. O evento de premiação será em São Paulo, no auditório do Ibirapuera, no dia 27 de novembro.
 A equipe do projeto comemora também a premiação do professor Clodovil Morais no prêmio Culturas Populares 2018. Ele foi condecorado pelo Ministério da Cultura na categoria mestre de cultura popular junto a outros grandes nomes nacionais. 
Além disso, o circuito de poetas londrinenses realizado pelo Batuque foi finalista do Prêmio Internacional Iber Bibliotecas 2018, que reconhece as melhores iniciativas das Américas na área de valorização do livro e da leitura.
Prestes a completar 20 anos, o Batuque na Caixa leva oficinas de música, literatura e teatro para estudantes em parceria com escolas, centros comunitários e espaços alternativos “Queremos dar visibilidade ao talento regional e somar esforços para que educadores e juventude reflitam sobre os rumos da educação no Brasil”, afirma Aldo Moraes, coordenador do Batuque na Caixa. 
Rosangela Sossolote Rosim, que veio conhecer o trabalho do Batuque na Caixa em Londrina representando o Itaú Unicef, explicou que o objetivo do prêmio é dar visibilidade a projetos que são parceiros da escola na formação das crianças.  “Um dos eixos do prêmio é que os projetos estejam inseridos em locais onde moram famílias em situação de vulnerabilidade”, explica. O prêmio busca reconhecer projetos que promovam transformações na criança e na vida delas em comunidade.
A diretora do Sigma, Fernanda Hatti, destaca que a escola recebe com orgulho a notícia sobre os prêmios. “O Sigma acredita na força das ações de responsabilidade social em relação à educação. Estamos honrados por colaborar com a divulgação da cultura nas escolas públicas de Londrina”, pontua.